Ligar instalações em média tensão

Direcionado à indústria de componentes automóveis, metalúrgica, moldes, vitrificação, grande hotelaria, entre outros.

Este tipo de ligação é estabelecido em redes elétricas com níveis de tensão de 10 kV, 15 kV ou 30 kV, conforme a sua localização geográfica.

Para submissão do seu pedido de condições de ligação à rede em média tensão, irá precisar dos seguintes documentos:

Caso tenha alguma dúvida, poderá ainda aceder ao manual de ligações à rede, flyer resumo de um pedido de ligação à rede em média tensão ou simulador para que possa ter uma expectativa do custo do pedido

  1. Requisitante
  2. Técnico ou Representante
  3. Instalação
  4. Outros elementos
  5. Complete

Requisitante

Ligação à rede Média Tensão
  1. Para iniciar o processo de ligação da sua instalação particular em média tensão (MT), é necessário avaliar previamente se estão reunidas as condições técnicas de alimentação.

    Para tal, será necessário um pedido de condições de ligação à rede, que poderá efetuar através do preenchimento do formulário disponível nesta página

    Após análise do pedido, receberá informação sobre os próximos passos.

  2. Após receber, por carta ou e-mail, a resposta ao pedido de condições de ligação à rede, poderá submeter o pedido de ligação junto do seu gestor ou através do e-mail plrmt@e-redes.pt. Dentro de 15 dias úteis após a submissão do seu pedido, a E-REDES irá enviar-lhe a informação referente aos encargos iniciais associados à ligação.   

    Se aceitar o valor dos encargos iniciais e fizer o pagamento, cujo comprovativo terá que ser apresentado ao seu gestor ou enviado para o e-mail plrmt@e-redes.pt, irá receber uma informação com os seguintes elementos:

    • o orçamento da obra;
    • prazos de validade de condições e pagamento;
    • prazos e opções de execução;
    • informações sobre as dimensões e caraterísticas técnicas da ligação;
    • encargos respeitantes a elementos de ligação para uso partilhado.
  3. O fornecimento de eletricidade inicia-se após:

    • execução da ligação à rede;
    • liquidação dos encargos de ligação à rede;
    • entrega da obra a cargo do requisitante, caso seja aplicável;
    • instalação de equipamento de medição;
    • autorização dos proprietários dos terrenos atravessados pela linha;
    • passagem para a E-REDES da parcela de terreno onde se situa o posto de corte, caso seja aplicável;
    • licenciamento, vistoria e autorização da entrada em exploração pela Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG) de:
      • instalação do requisitante;
      • elementos de ligação à rede.
    • celebração de protocolo de exploração;
    • inspeção das proteções de interligação, caso existam;
    • contrato de fornecimento de energia elétrica com um comercializador.
  4. Após aceitação das condições de ligação e pagamento dos encargos descritos no orçamento, é executada a ligação à rede pela E-REDES ou pelo próprio requisitante, de acordo com a opção escolhida por si.

Prestadores de serviços
Obras a Realizar por Entidades Externas na Rede de Distribuição de Eletricidade

Saiba quais as entidades válidas (reconhecidas e/ou qualificadas) para construção de elementos de ligação cuja responsabilidade é do requisitante.

Faça já a sua simulação