Iluminação Pública

Um instrumento de Cidadania

A iluminação assume um papel primordial nas nossas vidas, seja ao nível de iluminação de edifícios de serviços ou habitacionais, da iluminação industrial, da iluminação de sinalização ou ao nível da Iluminação Pública.

A Iluminação Pública está diretamente relacionada com a humanização dos espaços, nomeadamente a responsabilidade de criar espaços seguros e confortáveis durante o período de ausência de luz natural. Tal como muito outros setores, também a Iluminação Pública passa por profundas mudanças tecnológicas no contexto da revolução digital e dos novos serviços a oferecer às cidades inteligentes. 

Numa visão da gestão da Iluminação Pública como inteligente e partilhada com os municípios, colaboramos ativamente na definição e aplicação das melhores práticas, definindo o tipo e o nível de iluminação adequados às vivências quotidianas e ao ambiente local de cada espaço público, escolhendo os equipamentos mais adequados, para garantir a interoperabilidade com as soluções escolhidas pelos municípios. 

Visando reduzir 40% das emissões de Gases com Efeito de Estufa (relativamente aos valores de 1990) até 2030, contribuímos para a Plano Nacional de Energia e Clima 2030 (PNEC) com diferentes medidas de eficiência energética a adotar ao nível da Iluminação Pública. 
 

Iluminação Pública
O Papel da E-REDES

A E-REDES é concessionária da distribuição de eletricidade de baixa tensão nos 278 municípios de Portugal Continental, numa base de exclusividade, estando empenhados na redução de consumo da Iluminação Pública.
A implementação, conservação e gestão das redes IP é da responsabilidade dos municípios, mas nos termos dos contratos de concessão das redes de distribuição de eletricidade em baixa tensão (BT), os municípios delegaram esta responsabilidade à concessionária — E-REDES.

Iluminação Pública
O investimento na tecnologia LED

O investimento em atividades de promoção ambiental em 2021 foi cerca de 35,7 milhões de euros (+26% face a 2020), refletindo-se com maior expressividade em Eficiência Energética.
A iluminação LED permite uma redução entre 50% e 75% do consumo das luminárias de Vapor de Sódio, dependendo das condições de projeto e da utilização ou não de sistemas de gestão do fluxo luminoso.
O nosso objetivo é continuar este caminho e prestar cada vez mais serviços de Eficiência Energética focados na redução de consumo na Iluminação Pública nos municípios, promovendo os benefícios de redução do consumo de eletricidade e emissões de CO₂.
Desde o início das campanhas LED, em 2016, instalámos mais de 896.000 luminárias LED, com benefícios económicos e ambientais muito relevantes:
Redução de consumo de 384.000 MWh de eletricidade.
Poupança de 40,4 milhões de euros na fatura dos municípios.
Redução de 67.000 toneladas de emissões de CO₂.
Para 2022 o plano de investimento estima a instalação de 225.000 luminárias LED que contribuirá para o objetivo de até 2025 serem reduzidas 172 ktCO2eq emissões de dióxido de carbono (CO₂) para a atmosfera.

Iluminação Pública em números

65 ktCO2eq
Emissões CO2 evitadas
271 GWh
Energia poupada (com a instalação de luminárias led desde 2015)
896 000
Luminárias LED instaladas
Off